segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Antigas Revistas de crochê, linhas e bordados

Momento Nostalgia da Ana toalhinhas de crochê da vovó
Lembro dessa revista de crochê Japonesa
 que a minha mãe ganhou da vizinha Maeda nos anos 70,
a revista colorida empolgava meus olhos de criança:
crochê antigo feito com linhas Correntes Mercer-Crochet:

toalhas de crochê com tecido e linha corrente:

a revista antiga de crochê japonesa empolgava minha mãe a fazer belissimos trabalhos em croche:

revista antiga de crochê:
as antiga almofadas de crochê coloridas na sala traziam alegria:
as famosas toalhinhas com croche de abacaxi:
O dom de fazer croche na Familia herdado da minha vó Zefina:


momentos agradaveis das férias era sentar-me ao lado dela e ve-la confeccionando belas peças...
hoje peças de Herança familiar guardadas com carinho

pala de roupas feitas em crochê:
crochê antigo anos 50 e 60:
Todas as peças de croche aqui postadas perteceram a nossos familiares
como esse Bandô de croche que a Vó do Julio usava na prateleira de mantimentos da cozinha:

espero que alguma peça sirva de inspiração para quem gosta  fazer crochê com linhas corrente:
eu aprecio guarda-los... não herdei o dom de fazer crochê
espero  inspirar  voce a usar em seus projetos de pagina de scrapbooking, 
como essa de Festa Junina que fiz em 2009 
usei duas toalhinhas de croche de penteadeira:
vintage galões e festões:

recordar das roupas enfeitadas com fitas galões:

antingas tiras bordadas, sianinhas elasticos, emblemas, soutaches, trancelinas, bordados e passamanarias:

outro material muito usado para enfeite as sianinhas: 
 antigo chaveiro promocional YPU - Fabrica de artefatos de couro metal, fitas galões e sianinhas:
1976 usava-se muito etiquetas emblemas de muitas marcas pra enfeitar roupa
Emblemas YPU:

Sianinhas:

13 comentários:

sonhos de scrapbook disse...

Uauuuu adoro croche pena que nao sei fazer,snif.......... lindossssssss

Christine Lourdes disse...

Ana vc descobre cada coisa !! lindo os trabalhos , uma coisa , eu pegoi tudo da minha avo e as vzs uso nas paginas , adoro uma renda , gripie, antiguidades...
bjs

Nadia Fialho disse...

E eu cresci com a minha mãe fazendo croche e eu nunca me interessei...

Jaluza Scrap disse...

Ana, minha vó tinha as revistas japonesas e fiquei com uma.
Foi minha avó, com toda paciência deste mundo, que plantou a sementinha de tudo o que eu sei.
Bjo enorme minha querida.

Márcia Pierina disse...

Sabe que fiquei arrepiada de acompanhar a sua narrativa. Tem coisas que se guarda para sempre e em especial na lembrança. Quem vive a vida tem o que recordar.
Bjs de montão

Marcia Aparício disse...

Nossa, hoje fui ao centro e comprei linhas e agulhas de crochê... primeiro artesanato da minha vida. Fazia vestidos de boneca com uns 6 anos... agora quero fazer florezinhas para cxs... Adorei...

Sonia Cirino disse...

Ana, vou te contar ... meus primeiros artesanatos foi em crochê. Eu era pequeninha e tinha que acompanhar minha mãe nas suas aulas de crochê ... advinha ... eu aprendi e tomei gosto e ela (minha mãe) não. kkkk Até hoje rimos disso.

Outra confissão ... sabe a oncinha? Foi inspirada nas suas fotos, que são sempre enriquecidas com um cenário maravilhoso.Deixa eu melhorar um pouco nas fotos, que faço a devida homenagem. rsrs
bjks querida

Cores de Anas disse...

É realmente muito bom apreciar suas postagens e relembrar o que passou, a gente não esqueci o que viveu, dá pra sentir cheiros,sons e sabores de momentos que ficaram na lembrança. Estou vendo seu blog na companhia da minha filhota de seis anos, Ana Clara ela amou o fogãozinho que você postou anteriormente e manda um recadinho:onde ela comprou tem outro igual?

Asas à imaginação disse...

Ana,já fiz muito crochê,tenho ainda comigo uma destas revistas japonesas(eu tinha várias...) ela é só de pontos,ensina inúmeros pontos de crochê e de tricô também...mas tricô eu não faço,vou apertando tanto a lã na agulha que não consigo ir adiante...rsrsrs...mas crochê faço sim!Adorei esta sua postagem...sempre as lembranças aflorando...minha bisavó fazia crochê filê,aquele que é feito com linha bem fininha...ah,lindo demais!!!
Quando sobra um tempinho(o que é difícil) tenho até feito umas flores de crochê,ainda não usei nos trabalhos...mas vou usar sim.
Abraço forte,fonte de recordações!
Marlei

Rosana Garcia Hess disse...

Ana....quanta coisa linda....eu só sei fazer cachecol de crochê....minhas toalhinhas viram bonés rsrsrsrs...tenho uma tia portuguesa muito prendada que fez várias pra mim....ainda não usei nas páginas...
kisses
Rosana

Regina disse...

Gostei do seu blog! Vou voltar mais vezes por aqui. Ate breve.

Geny disse...

Olá Ana Cristina.
Quero pedir-lhe desculpa pelo atraso do meu comentário e quero agradecer-lhe por todo o seu carinho. Fiquei feliz demais por ver meu cantinho publicado em seu blog. As revistas são maravilhosas, obrigada por as compartilhar. Jinhos muito fofos para você e sua mãe.

Nil Gonçalves disse...

Ana, minha mãe, quando ainda não tinha problemas na visão, fazia de tudo:crochê, tricô, bordados candorinha, bichinhos de pelúcia, costurava, desenhava modelos de roupas(hoje chamam de modelista, estilista), mas naquela época era desenhista,mas como costurava bem! Herdei dela:fazer crochê, tricô, artesanato de modo geral. Como nos sentimos felizes, lembrando desses momentos...
Beijins